todd rundgren "something/anything" 1972

Quando aqui escrevi sobre a versão que os Teenage Fanclub haviam gravado da canção “I Saw The Light”, fi-lo porque achei uma lufada de ar fresco para um verão que se aproximava.
Era a canção pop ideal para começar a pensar em férias.
Não me enganei.
A surpresa veio depois quando ouvi o original de Todd Rundgren.
E aqui se coloca a velha questão: são melhores os originais ou as versões?

Prefiro não responder.

O leitor/ouvinte tire as suas próprias conclusões.

I Saw The Light mp3 Todd Rundgren do blog Pet Songs

I Saw The Light mp3 Teenage Fanclub

O link do mp3 dos Teenage Fanclub já não existe no blog “Let’s Kiss And Make Up”.

Resta o original.
Esta entrada foi publicada em 70's, todd rundgren. ligação permanente.

12 respostas a todd rundgren "something/anything" 1972

  1. cj diz:

    bem vinda.as férias foram boas?

  2. cj diz:

    no meu caso, normalmente prefiro os originais, mas há versões que suplantam claramente os originais.os nouvelle vague têm algumas que são bons exemplos.

  3. K diz:

    Boazona, (Uppss, não vais excluir este comentário, pois não?)é uma excelente notícia, a noticia do teu regresso

  4. um regresso excelente! (re-bem-vinda!) dois exemplos de originais claramente suplantados: “Hallellujah” de Cohen por John Cale, e “I Don’t Want to talk about It”, de Rod-blhrgh-Stewart na voz e melodia dos Everything But The Girl.

  5. [desculpa: o link dos Teenage Fanclub está quebrado e surge esta mensagem de erro: “Page Not Found. Content not found for “/letskissandmakeup/AlbumSpace/84PT10M12/_zid-849347/_open-/05-I_saw_the_light.mp3;file=/05-I_saw_the_light.mp3” (No content for instance “AlbumSpace” [uid=40-673643-com.cincro.zanvas.cobject.FolderCObject])”

  6. Noddy diz:

    Olá Mary, já fazias falta à blogosfera musical! Original ou versão?Tudo depende – bons originais dão péssimas versões e péssimos originais dão excelentes versões!!!(La Palisse não diria melhor…)

  7. FiL diz:

    Oh, you’re back! That makes me so very happy!FiL

  8. siX diz:

    you’re welcome… 🙂

  9. Só uma pequena correcção, à atenção do Miguel Marujo:O original do “I Don’t Want To Talk About It” não é de Rod the Mod, mas dos Crazy Horse (na ocasião sem Neil Young). E é sublime na voz de Danny Whitten! O seu a seu dono.Para ouvir em http://petsongs.blogspot.com/2006/06/cano-do-dia-15-junho-2006-crazy-horse.html

  10. Helder diz:

    Grande musico Todd Rungren.“A Wizard, a True Star” conheces este album dele?se não conheces penso que irias gostar tambem.Percebi que tens interesse por musica e gostava de propor o seguinte, isto é, se aceitares.É assim, estou a fazer uma tese de mestrado em prol da influência da musica no ser humano e tento ouvir o máximo de pessoas que vou conhecendo(que são poucas), que tem interesse especial na pesquisa(nao forçada)do prazer do conhecimento de bandas,parte instrumental,parte edição, capas de discos, membros da banda, interecção com outros bandas, etc.Isto para fazer uma analogia com o inverso, pessoas que não ligam muito a todo o envolvimento da composição da música, que apenas oiçam sem terem muita critica.A minha questão é: será o prazer de quem ouve musicas ditas complicadas igual a ouvir musicas comerciais? bom é dificil fazer entender aqui.Deixo aqui o meu mail se ouver de ti o interesse em colaborar.aqsakmaboul@hotmail.comum abraço

  11. Anonymous diz:

    Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s